sexta-feira, 30 de setembro de 2022

Ensino internacional vai além de línguas e universidades estrangeiras

 

Engana-se quem pensa que educação internacional envolve apenas o ensino de outra língua ou a busca por universidades estrangeiras. A maioria dos alunos de colégios de multilinguagens prossegue com a formação acadêmica aqui mesmo no Brasil. Isso foi observado no Positivo International School, em Curitiba, única escola do Sul do Brasil com certificação internacional da Educação Infantil ao Ensino Médio. Dos estudantes formados pela instituição em 2019, 2020 e 2021, 70% integram atualmente universidades brasileiras.

Com foco multidisciplinar, as escolas com certificado internacional unem linguagens a ciências experimentais, exatas e humanas, aliadas a artes e esportes, com foco na formação para a vida em sociedade e o Ensino Superior, dentro ou fora do país. A diretora do Positivo International School, professora Mariangela Cunha, explica que a abordagem pedagógica utilizada é variada, mas com maior enfoque na investigação inquiry-based learning. “É uma abordagem na qual os alunos se engajam na aula e o professor os instiga a fazer perguntas, buscar respostas e realizar conexões enquanto refletem sobre o aprendizado. Isso é possível quando se trabalha em turmas com menor número de alunos”, explica.

Não é à toa que a procura por escolas internacionais e bilíngues tem aumentado significativamente nos últimos anos. Um levantamento realizado pela Associação Brasileira do Ensino Bilíngue (Abebi) revelou que, de 2014 a 2019, houve um crescimento de 10% no número de alunos matriculados nessas escolas. A proposta é desenvolver em cada um o intelecto e o conhecimento conceitual, mas também habilidades e competências específicas – como pensamento crítico para conseguir resolver problemas; criatividade e pensamento analítico; habilidade de pesquisa científica, para saber buscar, triangular e referenciar informação em várias fontes; habilidade de comunicação verbal, escrita, visual e plástica; habilidade de gestão de tempo para se organizar, saber o que priorizar, planejar e estabelecer objetivos claros; habilidades sociais no reforço à empatia, ao respeito e às relações saudáveis – que serão úteis para qualquer profissão escolhida. “O nosso programa é muito mais que o ensino de línguas. Os nossos alunos buscam um programa acadêmico de ensino básico internacionalmente reconhecido e que os prepare para os mais variados cursos universitários”, conta a diretora.

“O colégio auxilia não só no sentido acadêmico, com enfoque nas línguas e com aulas sobre geopolítica mundial, como também nos ensina a sermos cidadãos do mundo e, pelo IB learner profile, nos mostra como entender o outro e o diferente; como ter empatia pelo próximo, ajudando-o a resolver questões sem esperar nada em troca”, relata o aluno Gabriel Stein Sabbag, de 15 anos. No segundo ano do ensino médio, o estudante busca a carreira diplomática. “No Positivo, temos convívio com diferentes línguas e sistemas de governos, além do contato cultural com outras nações”, completa.

Um dos principais pilares do ensino internacional é fazer com que os alunos aprendam a estudar, conforme relata Luccas Marcolin Miranda, que se formou no colégio em 2021 e, atualmente, cursa Medicina na PUC-PR. “Os conteúdos vistos no ensino médio estão sendo muito úteis até mesmo para as provas da graduação. Todos os recursos e ensinamentos que aprendi no Internacional estão me ajudando a executar com excelência as atividades da faculdade”, revela Luccas, que diz ainda que a base adquirida com a educação internacional é muito mais aprofundada em relação a de seus colegas de universidade. “No primeiro período, eu revi muitos dos conteúdos que já havia estudado no colégio. O modelo de ensino do Internacional é muito próximo do que é uma instituição de ensino superior e você já chega preparado para a graduação, que acaba não sendo tão difícil”, completa.

Além disso, Luccas revela que não sabia se estava preparado para o vestibular, por não ter feito cursos preparatórios específicos, mas descobriu que o ensino do IB foi o suficiente para conseguir notas altas nas provas que realizou. “Eu acabei gabaritando biologia no vestibular da PUC e química no da UFPR, além de tirar 9 de 10 na redação da PUC e 27 de 30 na da Federal”, conta Luccas, destacando que todas as contribuições que o ensino do IB proporciona se refletem nos resultados dos vestibulares e nas provas da própria faculdade.

A diretora reforça que os estudantes dessa metodologia saem fluentes em dois idiomas e buscam os mais variados cursos, como Diplomacia, Artes, Medicina, Engenharia, Direito, Relações Internacionais, Business, Economia e Teatro. “Temos um serviço de aconselhamento acadêmico (college counselor) que os auxilia nas tomadas de decisão, para descobrirem qual a melhor universidade ou opção para o curso que desejam, dentro ou fora do país”, ressalta Mariangela.

Ela lembra que o Positivo já estava certificado pelo IB na Educação Infantil e Anos Iniciais - pelo programa Primary Years Programme, e também para o Ensino Médio - pelo Diploma Programme. “A certificação MYP veio para a escola com certificação IB desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, ou o que chamamos de IB Continuum. Até ao momento, somos uma das três escolas do Brasil com esta certificação e a única do sul do Brasil”, explica. O título beneficia a já utilizada verticalidade pedagógica e a preparação integral e contínua do aluno. “É o maior selo de qualidade que um órgão externo pode atribuir a um colégio. Um ensino rigoroso e de alta performance, pautado na multiculturalidade, multilinguagens e na consciência global”, conclui Mariangela.

quinta-feira, 29 de setembro de 2022

AVEduo apresenta “AVE, Crianças!” no Domingo Onze e Meia


Para comemorar o mês das crianças, no segundo domingo de outubro (9), o AVEduo apresenta seu trabalho “AVE, Crianças!” no programa Domingo Onze e Meia. Feito especialmente para as crianças, o show será no Conservatório de MPB (Rua Mateus Leme, 66 – São Francisco) das 11h30 às 12h30. A entrada é gratuita.

O “AVE, Crianças!” apresenta canções que refletem questões próprias da infância no dia a dia, no contexto cultural e na escola. O repertório conta com músicas regionais, tradicionais e autorais. “As composições para as crianças surgiram a partir da minha experiência na sala de aula e no cotidiano”, pontua a musicista paranaense Andréa Bernardini.

Esse é o terceiro projeto de músicas infantis do duo. O CD “AVE, Crianças”, lançado em abril deste ano, traz 20 canções para os pequenos, mas que pela qualidade, encanta pessoas de todas as idades. “Esse nosso trabalho foi feito com muito amor e carinho para as crianças”, finaliza a cantora argentina Viviana Mena.

Sobre o AVEduo
Formado por Andréa Bernardini e Viviana Mena, o AVEduo começou em 2003 e interpreta diferentes modalidades de músicas latino-americanas, MPB, tangos e boleros, cantos sagrados e canções autorais para o público infantil. Andréa é cantora, violonista, percussionista, compositora e também docente na UNESPAR-FAP desde 1992 e autora dos livros didáticos “Música: Viver, Ouvir e Sentir" e "História da Música”, para estudantes da Educação Básica e Ensino Médio. Viviana nasceu em Buenos Aires-Argentina, é cantora, atriz, professora e tradutora, radicada em Curitiba desde 1996. Além de intérprete, é diretora dos espetáculos do AVEduo “Mujeres Latinas”, “Essência Elis”, “Tangos e Boleros”, entre outros.

Serviço:
AVEduo apresenta “AVE, Crianças!”
Data: 09 de outubro (domingo)
Horário: das 11h30 às 12h30
Local: Conservatório de MPB (Rua Mateus Leme, 66 – São Francisco – Curitiba/PR)
Ingressos: gratuitos

Schultz inicia apoio ao projeto social Banho Solidário Sampa

Objetivo é contribuir para duplicar a capacidade da oferta de banhos dignos à população em situação de rua de São Paulo, passando também a oferecer banhos para pets

Reconhecida por integrar uma série de iniciativas filantrópicas em todo o Brasil, a Schultz - uma das mais completas empresas turísticas do Brasil - acaba de confirmar seu apoio ao projeto social Banho Solidário Sampa, organização não-governamental criada em 2019 com o objetivo principal de proporcionar banho quente para a população de rua de São Paulo.

A partir de hoje, as unidades Schultz em São Paulo e no Paraná se tornam pontos de coleta oficiais de roupas, calçados, itens de higiene e brinquedos - todos em perfeitas condições de uso - que serão direcionados por um voluntário ao projeto e, após um processo de seleção e tratamento, serão disponibilizados para escolha da população de rua durante as iniciativas da ONG - em média, são realizadas três ações por mês, durante cinco horas, atendendo, somente na área de banho de 40 a 50 pessoas em situação de risco e vulnerabilidade social, num total de mais de 200 pessoas em cada uma de suas ações.

Adicionalmente, a Schultz está fazendo um convite a todos os colaboradores das empresas que integram sua operação - aí inseridas a Vital Card (seguro viagem e telemedicina), Schultz Vistos (vistos de turismo, estudos, trabalho e negócios), TZ Seguros (corretora de seguros para empresas de turismo), TZ System (tecnologia) e TZ Viagens (franquia de agências), além da Schultz Operadora - para que contribuam financeiramente com o projeto a partir de doações de qualquer valor (acrescido de um centavo) para o pix banhosolidariosampa@gmail.com Os recursos arrecadados passam por um processo de auditoria e serão utilizados na aquisição de itens necessários para a ampliação do projeto em 2023. “Nós queremos duplicar nossa capacidade de atendimento e, também, incluir banhos para pets em nossas iniciativas”, diz Paulo César Fernandes, presidente da ONG.

De acordo com a executiva, a parceria que se inicia com o Banho Solidário Sampa é parte da estratégia da Schultz de se integrar, de fato, como empresa que acolhe iniciativas voltadas para melhorar a qualidade de vida de todos os que visitam e moram nas cidades de atuação e comercialização da empresa. “Um destino só é bom quando, antes de ser bom para o turista, é bom para seu povo. E, claro, estamos atentos o crescimento da #poprua em todo o Brasil e, mais ainda, em São Paulo”, diz.

Banho Solidário Sampa
Além do banho, em si, durante as iniciativas realizadas regularmente pela ONG, também são oferecidas escuta ativa, cortes de barba e cabelo, manicure, livros, brinquedos, toalhas de banho descartáveis, roupas limpas e bem conservadas, barbeador descartável, espuma de barbear, absorventes, roupas íntimas novas, desodorantes, escovas e pastas de dentes novas e álcool gel, além de alimentação e serviços médicos - estes últimos em parceria com outras organizações.

Desde o início de sua operação até julho deste ano, foram realizadas quase 70 ações que impactaram mais de 20 mil pessoas. O trabalho é feito integralmente por um time de voluntários que soma cerca de 150 pessoas e conta, entre outros, com o apoio institucional de empresas como Dr. Shape, Instituto Ana Hickmann, Lorenzetti, CAT Express e Casa Victoriana Pães.


Hino de colégio marca campanha de matrículas 2023

 

“A hora é agora, Positivo é o lugar”. O trecho do hino do Colégio Positivo, cantado desde os anos 70, marca o conceito da campanha de matrículas 2023 da instituição. A campanha contempla ações nas mídias on e off-line, que entram ao ar a partir de agosto, em Curitiba e, em setembro, nas outras unidades do Paraná e Santa Catarina. “A hora é agora, Positivo é o lugar” é o resultado de um trabalho conjunto da equipe de Marketing do colégio com a agência 433 AG, que envolveu ao menos 20 profissionais na criação, planejamento e produção.

“Esse é um ano especial para o Grupo Positivo, por isso a ideia foi justamente fazer um resgate à memória afetiva de todos os que passaram pela instituição. O hino, tocado até hoje no intervalo das escolas, faz parte de eventos artísticos e culturais, e está ligado a essa memória, e envolve todas essas gerações”, afirma a gerente de Marketing do Colégio, Patricia Russo Gibran. O Grupo Positivo comemora 50 anos em 2022, com o desafio constante da renovação de métodos de ensino, tecnologia aplicada à educação e o compromisso de formar cidadãos conscientes e solidários.

De acordo com o diretor de atendimento e sócio da 433 AG, Cicero Lago, o trecho do hino é mais que um conceito ou assinatura. “É uma resposta ou complemento às habilidades propostas nas peças de comunicação. É um convite imediato aos pais e alunos para que pensem no futuro, mas que tomem uma atitude hoje, reforçando que o momento para as escolhas é o presente e que o lugar para que as coisas aconteçam é o Positivo”, detalha.

A campanha, voltada às praças do Paraná (Cascavel, Curitiba, Foz do Iguaçu, Londrina e Ponta Grossa) e Santa Catarina (Florianópolis e Joinville), contempla peças que têm como linguagem central as habilidades desenvolvidas no colégio. “Na criação, o objetivo foi reforçar que o momento de aprimorar habilidades é agora e que o Positivo é o melhor local, com tudo o que é necessário para que o aprendizado seja efetivo”, explica Lago.

Fazem parte da campanha spots para rádios, anúncios em mídia impressa e exterior, além de desdobramentos para as mídias digitais e redes sociais. “O desenvolvimento de habilidades específicas e principalmente socioemocionais nunca foi tão fundamental para a formação do aluno”, pontua Patrícia. A escolha do hino se faz atemporal e vai ao encontro desse objetivo, como reforça Lago. “A letra traz valores importantes que são atuais e representam o colégio até hoje. O trecho escolhido para se transformar no nosso conceito de campanha vem de encontro com o que buscamos como mensagem principal de nosso discurso”, finaliza. 

terça-feira, 27 de setembro de 2022

Hai Yo terá comemoração especial

 


Há seis meses sob o comando do Hai Yo, restaurante que é referência e parada obrigatória em Curitiba, no Paraná, quando o assunto é gastronomia asiática, o chef Lucas Coelho já começou os preparativos de estudos e testes das novas e deliciosas criações que serão apresentadas para a comemoração dos quatro anos do restaurante, a serem comemorados em dezembro.

“Minhas inspirações estão na recuperação da história e sua integração harmônica com a seleção exclusiva de ingredientes”, antecipa o chef. Entre os pratos que estão em avaliação, destaque para aqueles que têm como base carnes que não são conhecidas do grande público, mas de sabor e qualidade de alta potência, como é o caso do prato à base de língua bovina grelhada ao molho Char Siu, acompanhada de acelga chinesa, purê de cenoura com missô e pimenta Sancho. “O aproveitamento integral do animal em períodos de dificuldades e guerra foi uma realidade mundial e não foi diferente na China”, diz.

Lucas Coelho também antecipa outro prato igualmente inspirado na história, o churrasco coreano, que remonta os tempos em que os antigos soldados coreanos usavam chapéu de ferro e, na hora as refeições, eles viraram o chapéu em cima de uma brasa forte e utilizam a sua aba para grelhar a carne, e ao centro, faziam um caldo de vegetais e frutas. “Recriei esse prato e o chapéu de ferro em que ele é servido”, pontua Coelho.

Apaixonado por sua atuação, Lucas Coelho ingressou na gastronomia servindo vinho e, na primeira oportunidade de migrar para a cozinha, fez sua transição e de lá nunca mais saiu. “Aprendi as técnicas e fui me especializando, até me formar chef de cuisine e restaurateur no Centro Europeu. Desde então, faço questão de me manter atualizado”, diz o chef, que é especialista em cozinha molecular e que soma muitas honrarias, entre as quais uma recomendação muito positiva do Consulado do Japão. “Eles jantaram no Hai Yo e ficaram encantados com a qualidade e a junção de sabores que eles só tinham provado na Ásia. Isso, para mim, foi um reconhecimento maravilhoso do nosso trabalho e de todo conhecimento adquirido e aplicado pela nossa equipe”, finaliza.

Localizado no Grand Mercure Curitiba Rayon, o Hai Yo é reconhecido por diversas premiações, por sua excelência e pela oferta de experiência a partir de uma viagem gastronômica que integra diferentes regiões, entre as quais estão China, Japão, Vietnã e Malásia. Com capacidade para 50 pessoas sentadas, o restaurante funciona de segunda a quinta-feira, das 19h às 23h30. Já na sexta-feira, sábado e feriado, o funcionamento é das 19h até meia noite e meia. Mais informações @haiyo_restaurante.