terça-feira, 29 de setembro de 2015

Pátio Batel celebra arte e cultura durante a Bienal Internacional de Curitiba

Shopping escolheu expor obra da artista Regina Silveira na fachada

Consagrada como um dos eventos artísticos mais expressivos do circuito mundial, a Bienal Internacional de Curitiba, que completa 22 anos em 2015, abordará como tema principal a arte da luz, explorada também em cenários urbanos. A proposta é convidar o público a interagir com a arte em ​lugares ​que ultrapassa​m​ ​os espaços convencionais dos​ museus, galerias e centros culturais. Um dos locais escolhidos para abrigar essa mudança de perspectiva é o Pátio Batel, que terá em sua fachada uma imponente obra de arte entre os dias 3 de outubro e 6 de dezembro, período em que acontece a Bienal.

Com curadoria do crítico de arte, Teixeira Coelho, a Bienal abrirá espaço para as obras de artistas renomados dos cinco continentes em mais de cem pontos da capital. O Pátio Batel, por sua vez, como reflexo do charme presente em sua construção, receberá o público com uma carga ainda mais explícita de beleza, cultura e entretenimento. Nomeada de Quimera, a obra é da artista gaúcha Regina Silveira, reconhecida pelos trabalhos como pintora e gravurista. Com o intuito de lançar questionamentos sobre as representações preestabelecidas na esfera artística, Regina utilizará como recurso a sombra.

“O que ela nos lembra é que tudo na vida e no mundo tem seu ‘outro lado’ e que a sombra é o outro lado da luz. Sem a sombra, a luz não tem sentido - e vice-versa”, acrescenta o crítico de arte e curador geral da Bienal, Teixeira Coelho. Segundo ele, a ideia de instalar obras de arte em espaços inusitados e que fujam do tradicional, surpreendendo o público, partiu da necessidade de aproximar as pessoas da arte e não esperar que esse movimento aconteça espontaneamente. “Os shoppings centers são as praças cobertas da contemporaneidade, por isso se propõem como locais privilegiados para a presença da arte. E é animador saber que o Pátio Batel entendeu essa proposta”, esclareceu Teixeira Coelho.

Em breve a programação completa da Bienal estará disponível no site oficial do evento e em vários pontos da capital. A visitação à obra do Pátio Batel é gratuita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário